| Anunciar |    | Cadastre-se |    | E-mail |

Tradutores/Dicionários > Expressões Latinas

Dicionário de Latim e Expressões Latinas


| Dicionário de Latim de A-L | Dicionário de Latim de M-Z |

O latim possui duas formas básicas: clássico (ou erudito) e eclesiástico. O clássico é considerado a forma culta, e está vinculado aos filósofos como Sêneca, Cícero e César. O latim eclesiástico surgiu a partir da era cristã do império romano, e foi difundido por Santo Agostinho, São Ambrósio, São Jerônimo entre outros.

O latim é a língua que deu origem ao português, ao francês, ao espanhol e ao italiano. Ela é uma língua antiga que foi bastante falada na região do Lácio, nos arredores da cidade de Roma. Ela foi muito difundida em toda a Europa, e teve grande ajuda a Igreja Católica, que mesmo no Brasil rezou as missas em latim ainda por muitos anos. Ela é considerada uma língua morta, já que não possui mais falantes nativos, mas é a língua oficial do Vaticano, já que ainda é usada pela Igreja Católica em alguns rituais e finalidades burocráticas.



Ela utiliza o alfabeto latino, que tem a sua origem através do alfabeto grego. Ele ainda é usado como o sistema de escrita de várias línguas, entre elas o português. Os romanos antigos não usavam pontuação, letras minúsculas, as letras j e u e espaço entre as palavras, deixando-as juntas. Um dos escritos em latim mais antigos de que temos notícia é em tabletes de cera que podemos encontrar na Muralha de Adriano, que fica localizada na Grã Bretanha. Mesmo sendo uma língua anglo saxônica, os especialistas afirma que o inglês também sofreu influência do latim, sendo que 65% do seu vocabulário tem essa origem, por meio do francês. Com o maltês (falado em Malta), aconteceu a mesma coisa, pela forte influência italiana.

O latim é uma língua que flexiona, e no caso dos verbos essa flexão recebe o nome de conjugação e dos substantivos é chamada de declinação. Os substantivos e adjetivos podem ter as seguintes formas: nominativo (predicativo do sujeito e sujeito), vocativo, acusativo (objeto direto), dativo (objeto indireto), genitivo (para especificação ou posse) e ablativo (usado para complementar circunstâncias). O latim não possui artigos, e os seus substantivos têm flexão de número (singular e plural). Existem três gêneros gramaticais, que são o neutro, o feminino e o masculino. Os seus adjetivos concordam com o nome que atuam ou do predicado em caso, número e gênero. Os verbos flexionam em voz, modo, tempo aspecto, pessoa e número, e há poucos verbos com flexão totalmente irregular.