saúde > Drenagem Linfática

Drenagem Linfática

Qual mulher não quer estar com o corpo perfeito para o verão? Uma boa alimentação é fundamental e junto com esta, se faz necessário o acompanhamento de uma especialista, isto é, uma nutricionista, os exercícios físicos são importantes para que haja um equilíbrio, mas, com a tecnologia avançada, as mulheres (não somente elas, pois, os homens também estão se cuidando e procurando novas maneiras de se cuidar) podem contar com mais uma ajuda para arrasar no verão, sendo esta a drenagem linfática.

A drenagem linfática é uma técnica de massagem que trabalha o sistema linfático, estimulando-o a trabalhar de forma rápida, movimentando a linfa até os gânglios linfáticos. Essa técnica foi desenvolvida em 1932 pelo terapeuta dinamarquês Vodder e sua esposa e, posteriormente, foi aprimorada tornando-se mais popular. Sua principal função é retirar os líquidos acumulados entre as células e os resíduos metabólicos e ao serem retirados do local armazenado, tais substâncias são encaminhadas para o sangue através da circulação.



A finalidade da drenagem linfática é de mobilizar as toxinas presentes nos vasos linfáticos em direção aos rins, para que estas sejam eliminadas. A drenagem linfática utiliza-se de movimentos leves e suaves. Primeiro, ativa-se os linfocentros através de bombeamentos com os dedos ou as mãos de acordo com a zona do corpo, em seguida, através de movimentos de deslizamento, drena-se o líquido em direção aos linfocentros, que por sua vez farão a filtragem, levando as toxinas em direção aos rins.

A drenagem serve também para estimular a regeneração dos tecidos, melhora o sistema imunitário, é relaxante e tranqüilizante, combate a celulite e a gordura localizada e ainda melhora a ação antiinflamatória do organismo, ou seja, melhor impossível para estar com o corpo em forma.

Tal técnica consiste em manobras suaves, lentas, rítmicas e relaxantes, com os dedos ou as mãos de acordo com a zona do corpo. Segundo especialistas, a drenagem linfática deve ser exclusivamente manual e não é recomendado fazê-la com ajuda de aparelho de endermologia, com o intuito de intensificar a massagem.



Além dos benefícios estéticos, a drenagem linfática também é ótima para cólicas menstruais, em gestantes alivia dores nas pernas e a sensação de peso, também funciona muito bem para minimizar hematomas e evitar processos fibróticos nos pós-cirúrgicos, como plásticas, tendo em vista que a estagnação dos gânglios linfáticos também pode causar dor, desconforto, corpo inchado e a estimulação da circulação linfática ajudam o corpo a eliminar toxinas e auxilia na nutrição dos tecidos.

Normalmente a drenagem é feita em clínicas de estética com especialistas, inicialmente o pacote irá conter em média dez sessões, realizadas duas vezes por semana e após esse período, o paciente deve ser avaliado para analisar a necessidade de cada caso. As sessões custam em média de R$ 70 a R$ 120.

A drenagem é contra-indicada em alguns casos, dentre eles estão pessoas com histórico de trombose, câncer, pós-cirurgia de fraturas de grandes ossos, em processos infecciosos, insuficiência cardíaca descompensada, flebites, bronquite asmática. Contudo se você estiver com alguma doença ou em outra situação que cause dúvida sobre a possibilidade de apostar na técnica, busque uma avaliação médica antes de iniciar o tratamento.