Música > Biografias > Slipknot

Slipknot



Diversos gêneros surgem em outros países e acabam sendo muito populares aqui no Brasil, conseguindo disseminar-se por mídias e meios de comunicação diferentes e atingir um público imenso.

Ainda que haja alguns meios de divulgação que permitam distribuir o trabalho de bandas e cantores para todos os interessados, grande parte das mídias populares impõe-se no direito de aceitar ou não o que será exposto, sendo que, devido a esta seleção, vários gêneros e estilos acabam sendo passados para trás por não serem consideravelmente aceitos e não possuírem um ritmo comercial, assim como o metal que, fora as estações de rádios que voltam-se para o rock e suas vertentes, é difícil de ser encontrado nas mídias.



Trajetória de Slipknot

Uma das bandas que metal que conseguiu popularizar-se entre todos aqueles que sentem-se admirados pelo ritmo e pelo som divulgado é o Slipknot, sendo que o mesmo, durante toda a sua trajetória, conseguiu acumular um público vasto que sempre confere o trabalho realizado pelos integrantes e, principalmente, consagrá-los pelo talento e dons que possuem à respeito da música.

O Slipknot formou-se em 1995, em Iowa, sendo que, desde o inicio da carreira, os integrantes decidiram inovar para surpreender o público e criar um diferencial que fosse adequado ao grupo musical, decidindo, assim, cultivar máscaras que usavam em videoclipes e apresentações, sem expor seus rostos para todos aqueles que admiravam os metaleiros.



O primeiro disco lançado de Slipknot foi de maneira independente, sendo que o mesmo foi nomeado como Mate. Feed. Kill. Repeat. exposto para todo o mercado em 1996, porém seu CD de lançamento oficialmente foi em 1999.

O sucesso somente cresceu ainda mais, sendo que os integrantes de Slipknot começaram a produzir cada vez mais produtos midiáticos para todos seus fãs, até que um choque atingiu a banda com o falecimento de Paul Gray em 2010, sendo que o músico tocava baixo no grupo e, no dia 24 de maio, foi encontrado morto como consequência de overdose de morfina.

Ainda com o choque, a banda realizou um DVD como um agradecimento e homenagem ao Paul Gray, além de pronunciar-se um dia após a notícia do falecimento.

Mesmo com a perda, Slipknot segue na carreira musical com seu mais novo CD conhecido como Antennas To Hell.