Música > Biografias > Ludmila Ferber

Ludmila Ferber



A música faz parte de diversas vertentes da vida de muitas pessoas, conseguindo que as mesmas encontrem o estilo ou gênero preferido e passem a segui-lo fielmente, visualizando bandas e cantores variados que disseminem o ritmo, letras e som específicos e podendo reconfortar-se ao ouvir determinadas músicas e canções.

Um dos estilos musicais que está crescendo cada vez mais no Brasil é o gênero gospel, sendo que o mesmo já conseguiu acumular uma diversidade de adeptos e interessados que procuram músicas e canções variadas para ouvir a palavra de Deus e ficarem ainda mais próximos das crenças e fé que possuem.



Sobre Ludmila Ferber

Uma das cantoras que conseguiu destacar-se no gênero gospel foi Ludmila Ferber, sendo que a mesma, em meio a muitos outros ícones que também disseminam a religião e as crenças de determinado grupo de pessoas, Ludmila alcançou patamares da fama e sucesso.

Seu nome verdadeiro é Ludmila Múrias Ferber, sendo que a mesma nasceu no Rio de Janeiro, em 1965 e, desde pequena, interessava-se pela religião e costumava segui-la fielmente, principalmente influenciada por seus familiares.

Ludmila Ferber costumava participar de celebrações de sua igreja, porém naquela época ainda não possuía ambições de tornar-se um ícone da música gospel.



Sua vida prosseguiu com seu casamento em 1992 e, assim, Ludmila e seu esposo mudaram-se para Goiânia, deixando o Rio de Janeiro onde viviam até o momento, porém outra modificação logo aconteceu em relação ao local de moradia, partindo para Brasília, onde iniciou sua trajetória como pastora.

A cantora Ludmila Ferber descobriu sua vocação para o mundo musical em 1996, quando lançou seu primeiro CD, porém, anteriormente a esta época, já havia participado de muitas gravações e discos voltados à religião evangélica e à disseminação da música gospel.

Com o sucesso e a fama que foi alcançada por Ludmila Ferber, a mesma decidiu lançar sua própria gravadora, conhecida como Kairós Music, esta que era voltada à artistas que também inspiravam-se na religião para iniciar a carreira profissional ou prosseguir com a mesma, também fundando uma igreja evangélica com seu marido em 1999, voltando sua vida totalmente à aspectos religiosos.