Música > Biografias > Gonzaguinha

Gonzaguinha



O Brasil apresenta uma diversidade de artistas, bandas, cantores e músicos em geral para satisfazer todo o público que anseia por novidades no mundo da música, podendo adaptar seus gostos pessoais e preferências de acordo com os produtos midiáticos que são lançados, conseguindo encontrar algo que lhe agrade para que, possivelmente, torne-se fã do trabalho produzido pelo artista.

Certos cantores conseguem marcar época devido ao trabalho que produzem para todo o público, tornando-se referência de qualidade e desenvolvimento para várias outras bandas e artistas que podem inspirar-se no mesmo, além de que, caso o mesmo entre para história, as músicas continuarão a ser tocadas em mídias e meios de comunicação diversos.



Sobre Gonzaguinha

Um dos artistas que conseguiu marcar história foi Gonzaguinha, sendo que o mesmo, além de grande cantor, também tornou-se um compositor renomeado, sendo muito admirado por diversos outros artistas e por todos os fãs que acumulou durante sua trajetória no mundo musical.

Gonzaguinha iniciou sua carreira em 1961, quando possuía somente 14 anos, sendo que sua primeira música lançada foi Lembranças da Primavera, surpreendendo todo o público que teve acesso à mesma.

Mesmo com a criação e o início em sua carreira musical, Gonzaguinha parou de produzir músicas para viajar a estudos para Cocotá, morando um tempo no local até voltar para o Rio de Janeiro, também com finalidades de aprendizado, conhecendo uma mulher que viria a tornar-se sua esposa.



Voltando à música popular brasileira e a produção de novas canções para todo o público na década de 70, Gonzaguinha fundou um programa conhecido como Som Livre que foi apresentado na emissora Globo.

Suas músicas carregavam letras significativas e que possuíam relação com o momento vivido no Brasil na época, sendo que, no momento em questão, estava sendo vivida a ditadura, assim, de várias músicas criadas por Gonzaguinha, algumas delas foram censuradas por conter letras inapropriadas para aquele momento que os brasileiros estavam vivendo, acusando-as como agressivas e pouco agradáveis para os meios de comunicação.

Decidiu seguir carreira independente em 1975, porém em pouco tempo de trajetória, Gonzaguinha sofreu um acidente e morreu em 1991, possuindo somente 45 anos.