Biografia - Capital Inicial

A história do Capital Inicial começou em 1982, em Brasília. Naquela época, a banda era formada pelos irmãos Fê (bateria) e Flávio Lemos (baixo), - ex-integrantes do Aborto Elétrico, ao lado de Renato Russo -, e Loro Jones (guitarra), vindo da banda Blitz 64.
Dinho Ouro Preto assumiu os vocais do grupo em 1983, depois de um tempo como baixista da banda "dado e o reino animal", onde também tocavam Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá.
Em julho de 1983, o Capital fez sua estréia nos palcos undergrounds de Brasília, tocando em seguida em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Em 1984, a banda já estava fazendo uma porrada de shows e no começo de 1985, assinou seu primeiro contrato, com a CBS (atual Sony). O ritmo cada vez maior de viagens (principalmente para o Sul e Sudeste) fez os integrantes se mudarem para São Paulo.
O primeiro registro em vinil do Capital Inicial, chamado ’Descendo o Rio Nilo/Leve Desespero” saiu ainda em 1985, ano em que a banda também integrou o elenco da trilha sonora do primeiro “filme-rock” nacional, “Areias Escaldantes”, de Francisco de Paula -- ao lado de Ultraje a Rigor, Titãs, Lobão e os Ronaldos, Ira!, Metrô, Lulu Santos e May East.
O primeiro disco do Capital, já pela Polygram, saiu em 1986 e foi muito bem de críticas. São músicas desse álbum: "Música Urbana", "Psicopata", "Fátima", "Veraneio Vascaína" e "Leve Desespero", entre outras. O sucesso fez com que a banda ganhasse seu primeiro Disco de Ouro.
O segundo disco dos caras, “Independência” , saiu em 1987, com um integrante a mais no grupo: Bozzo Barretti. Com músicas como “Prova”, “Independências” e a regravação de “Descendo o Rio Nilo”, também foi bem sucedido e ganhou um Disco de Ouro.
"Você Não Precisa Entender" chegou às lojas de todo o país em 1988, com mais sucessos: "A Portas Fechadas", "Pedra na Mão" e "Fogo".
1989 marca o lançamento do disco "Todos os Lados", com destaque para as faixas "Todos os Lados", "Mickey Mouse em Moscou" e "Belos e Malditos". Em 1990, a banda se apresentou no Hollywood Rock, realizado em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Em 1991, saiu "Eletricidade". O álbum, lançado pela BMG, trazia uma versão para "The Passenger", de Iggy Pop, batizada de "O Passageiro", e composições como "Kamikaze" e "Todas as Noites". Neste mesmo ano, a banda tocou na segunda edição do festival Rock in Rio.
Em 1992, Bozzo Barretti deixou o grupo, e em 1993, divergências musicais e pessoais levaram o vocalista Dinho Ouro Preto a seguir carreira solo. Murilo Lima (Ex-banda Rúcula) assumiu os vocais e a banda lançou os discos “Rua 47”, em 1994, e “Ao Vivo”, em 1996.
Nos 5 anos seguintes, pouco se ouviu falar do Capital Inicial. Muitos até hoje pensam que a banda tinha acabado, mas a verdade é que o grupo nunca parou de fazer shows.
Em 1998, os quatro integrantes originais da banda resolvem se juntar e levantar a moral do Capital. Saiu o CD “O Melhor do Capital Inicial”. Dinho Ouro Preto, Loro Jones, Fê e Flávio Lemos voltaram à estrada com um novo show, uma comemoração aos 15 anos da banda e aos 20 anos do nascimento do rock candango. O repertório trazia sucessos, faixas pouco conhecidas e composições de bandas que fizeram parte da cena de Brasília nos anos 80, como Plebe Rude e Legião Urbana.
Em Julho do mesmo ano a banda assinou contrato com a gravadora Abril Music, e em setembro foi para os Estados Unidos gravar o CD "Atrás dos Olhos". As músicas mais tocadas desse disco foram "O Mundo", "1999" e "Eu Vou Estar". Todas essas músicas tiveram videoclipes com grande repercussão junto ao público da MTV, sendo que "O Mundo" concorreu a cinco prêmios na edição de 99 do MTV Awards Brasil.
Neste mesmo ano, o capital lançou mais duas coletâneas pela Universal (ex-Polygram): um CD da série Millenium, com 20 músicas, e um CD de canções do grupo remixadas por produtores e DJs famosos do Brasil.
O ano de 1999 foi dedicado totalmente à uma turnê pelo Brasil. Nos shows, a banda encontrou antigos fãs da banda, amigos e um novo público – uma molecada que não conhecia os primeiros discos do grupo. Pensando nesse público novo que surgiu a idéia de se lançar um disco ao vivo, juntando novos e antigos sucessos - o álbum “Capital Inicial – Acústico MTV”, lançado no ano 2000. Esse CD é um sucesso de vendas em todo o Brasil e o Capital curte novamente seus tempos de glória !

A banda é:
Dinho Ouro Preto -vocais
Fê Lemos - bateria
Flávio Lemos - baixo
Loro Jones - guitarra


Discografia:
.Descendo o Rio Nilo (1985)
.Capital Inicial (1986)
.Independência (1987)
.Você Não Precisa Entender (1988)
.Todos os Lados (1989)
.Eletricidade (1991)
.O Melhor do Capital (1994)
.Rua 47 (1995)
.Capital Inicial Ao Vivo (1996)
.Remixes (1988)
.Atrás dos Olhos (1998)
.Capital Inicial – Millennium (1999)
.Acústico MTV (2000)

Confira o site oficial da banda www.capitalinicial.com.br


Outras biografias