Biografia - Bon Jovi

1980 - Jon Bon Jovi (nessa época, ainda John Bongiovi, seu nome verdadeiro) começa a trabalhar no famoso estúdio de seu primo, o Power Station. Esse estúdio funcionava bem no centro de Nova York, e trabalhava com astros famosos da música, como Aerosmith, Ozzy, Ramones , Rolling Stones e Talking Heads. Pois bem, John trabalhava o dia inteiro, e nas horas vagas ficava procurando saber como funcionava um estúdio. Isso foi fundamental pra carreira q vimos a seguir.
Jon morou no estúdio e dormiu no chão por dois anos seguidos, lá trabalhava como faxineiro e servia café. Depois de um certo tempo, Jon mudou-se pra um quartinho do lado de fora do estúdio, e acabou arrumando um acordo com o primo pra poder gravar algumas canções. Gravou uma fita com suas músicas e as ensaiava no próprio estúdio.
Jon tinha uma banda chamada "The Wild Ones" . Dessa banda faziam parte David Rashbaum (futuramente apenas David Bryan) e Dave "Snake" Sabo (futuro guitarrista do Skid Row). Tony havia se interessado por uma música em particular, chamada "Runaway", montou uma fita demo com essa e mais 3 canções e enviou a todas as rádios e estúdios de gravação da costa oeste dos EUA. Como não conseguiram grande coisa, Jon, frustrado, foi tentar fazer carreira no cinema fazendo um teste pro filme Footloose. As coisas realmente não estavam bem, porque ele foi rejeitado pro papel.
Um cara do estúdio onde Jon trabalhava - Ray Wilhard - resolveu dar uma forcinha. Colocou a fita com Runaway num concurso de rádio (Essa fita se chamava Johny B.). Resultado: a música estourou!

1983 - Jon assina contrato com a Polygram. Começa o recrutamento para a banda "Jon Bongiovi & The Wild Ones", que felizmente foi vetado e mudado para Bon Jovi (um trocadilho com o nome de John, que passou a se chamar Jon Bon Jovi). David continuou na banda. Alec e Tico foram achamados pra compor a nova banda, e mais tarde, acabaram por chamar Richie Sambora, já que "Snake" deu no pé! Na verdade, foi Richie quem "se chamou" pra tocar na banda. Ele acompanhava os shows que a banda fazia nos clubes, e disse pra Jon:" Você precisa de mim! Você é o melhor frontman que eu já vi e eu sou o melhor guitarrista! Temos que trabalhar juntos!". E foi o que aconteceu.

1984 - É lançado, finalmente, o primeiro álbum, intitulado apenas "BON JOVI". Durante esse ano, a banda abriu shows para ZZTop, Whitesnake e Kiss. O Disco ficou alguns dias entre os 40 mais vendidos, nada muito expressivo.

1985 - É lançado 7800º. Fahrenheit. Bon Jovi sai em excursão com Judas Priest, e participa do Live Aid (um dos maiores festivais de rock de todos os tempos). Apesar disso o disco foi um fiasco em vendas.

1986 - Depois de alguns problemas (Jon processado pelo primo Tony por quebra de contrato, Alec e Tico verem seus casamentos irem por água abaixo por causa da banda), é lançado o álbum Slippery When Wet. Aí a coisa mudou de figura. Até hoje esse álbum é um dos mais vendidos da historia do rock, e sucessos como "Wanted Dead Or Alive", "Living on a Prayer" e "Lay Your Hands On Me" são tocados pela banda, pois viraram grandes clássicos.
Durante o ano de 86 e 87, o Bon Jovi ficou em turnê divulgando o novo álbum (dessa vez, como banda principal). Também durante esse tempo, ele deu uma força ás bandas Cinderella e Skid Row. As duas bandas se apresentavam na maior parte dos shows do Bon Jovi, como banda de abertura.

1987 - Bon Jovi se apresentou no Monsters Of Rock ao lado de Metallica, Dio, W.A.S.P, Anthrax e Cinderella. Nessa turnê a banda chegou a arrecadar cerca de 30 milhões de dólares com seus shows!

1988 - É lançado "New Jersey", mais um sucesso de vendas. Esse álbum chegou a 9 milhões de cópias vendidas, foi destaque da Bilboard, e alvo de uma turnê de 237 shows pelo mundo todo (incluindo o Brasil, em 1990, no Holywood Rock).

1989 - Bon Jovi foi a grande atração do Moscow Music Peace, tocando ao lado de bandas consagradas como Scorpions, Skid Row, Cinderella, Motley Crüe, e Ozzy Osbourne. Outro show grandioso onde a banda foi a principal aconteceu no Milton K. Bowl, na Inglaterra. Depois de ter a abertura de Skid Row e Vixen, a banda pode contar com uma Jam com Steven Tyler e Joe Perry (Aerosmith).

1991 - Cansados da vida corrida, os membros da banda resolvem "dar um tempo" e cada um vai pro seu lado. Nesse meio período (em que todos pensaram ser o fim da banda) Jon lança "Blaze Of Glory", feito exclusivamente como trilha sonora do filme "Young Guns II, Jovens Demais Pra Morrer". Richie também não perdeu a oportunidade, e lançou "Stranger In This Town". Ambos os CD´s fugiram completamente da linha em que o Bon Jovi seguia, causando estranheza em alguns fãs da banda, e conquistando outros.

1992 - Quando todos pensavam que a banda já tinha acabado, eles retornam com "Keep the Faith". O álbum veio num estilo diferente, menos "Let´s party" e mais politizado. A mudança repercutiu até no visual da banda. Que deixou de lado as roupas chamativas que marcaram as grandes bandas de hartd rock dos anos 89. Na turnê desse CD (q durou uma no e meio e teve ótimas vendagens) o Bon jovi passou novamente pelo Brasil, em Novembro de 93.

1994 - Pra comemorar os dez anos da banda, é lançado "Crossroads - The Best Of", um apanhado de toda a carreira do grupo, incluindo duas musicas inéditas: "Always" e "Someday I´ll be Saturday Night" , que ficaram várias semanas nas paradas. Nesse mesmo ano, duas novidades: Jon anuncia sua entrada na carreira cinematográfica, e Alec deixa o grupo (por motivos não claros até hoje).

1995 - These Days é lançado. Um álbum completamente diferente, mais melodico e sombrio, já que segundo Jon eles não atravessavam uma boa fase. Mas o CD teve uma excelente vendagem, e o Bon Jovi acabou por fazer uma grandiosa apresentação no lendário estádio de Wembley, na Inglaterra. Nessa turnê mais uma vez o Bon Jovi veio ao Brasil, dessa vez visitando São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro, todos os shows com ingressos esgotados.

1997 - Jon mais uma vez lança um álbum solo, completamente diferente de tudo o que já havia feito: Destination Anywhere. A divulgação desse cd foi muito boa, incluindo um mini-filme e uma turnê pelo mundo todo, inclusive no Brasil. No ano seguinte, Richie também lança um álbum solo (Undiscovered Soul), que apesar de ser um excelente álbum não teve vendas muito expressivas e tampouco apoio da gravadora. Nessa onda de fazer trabalhos solos, David também resolveu colocar as mangas de fora e lançou "On a fool moon", um álbum instrumental. E Tico Torres, que era pintor de quadros nas horas vagas, acabou por fazer tanto sucesso com suas pinturas que começou a fazer esposições, e se deu muito bem.

Quando todos pensavam que a banda já tinha se dissolvido de vez, eis que no ano de 2000 Bon Jovi surge novamente com Crush, um álbum que traz de volta a alegria da banda, como na época dos álbuns dos anos 80. Crush "estourou" literalmente no mundo inteiro, e o Bon Jovi voltou á cena, fazendo turnês ao redor do mundo. Logo após o sucesso de Crush, é lançado "One wild Night Live 1985-2000", o primeiro cd ao vivo oficial da banda, com um apanhado de toda a carreira do grupo.
Enquanto o Bon Jovi encerra a sua turnê com duas grandiosas apresentações no Giants Stadium, em New Jersey (praticamente o quintal da casa deles, já que todos são de lá), inclusive com uma especial participação de Alec John Such tocando na música "Wanted Dead or Alive" e se preparam pra gravar mais um CD, os fãs brasileiros e de toda a América Latina rezam para que não sejam esquecidos novamente em uma nova turnê.

A banda é:
Jon Bon Jovi - voz, violão, gaita
Richie Sambora - guitarra e vocais
David Bryan - teclado
Tico Torres - bateria
Hugh Mc Donald - baixo


Discografia:
*Bon Jovi - 1984
*7800º Farhenheit - 1985
*Slippery When Wet - 1986
*New Jersey - 1988
*Keep The Faith - 1992
*Crossroads - 1994
*These Days - 1995
*Crush - 2000
*One Wild Night Live (1985-2000) - 2001
[solo]=>*Blaze Of Glory (Jon Bon Jovi) - 1991
*Stranger In This Town (Richie Sambora) - 1991
*Destination Anywhere (Jon Bon Jovi) - 1997
*Undiscovered Soul (Richie Sambora) - 1998
*On A Fool Moon (David Bryan) - 1998
*Lunar Eclipse (David Bryan) - 2000

Site oficial: www.bonjovi.com


Outras biografias