Atlas > América do Sul > Bolívia

Turismo na Bolívia



A Bolívia é um dos destinos que os turistas brasileiros têm descoberto ultimamente, já que é possível fazer esta viagem sem gastar muito e sem ir para muito longe. Além disso, é uma excelente oportunidade para ver neve e ver paisagens incríveis e conhecer de perto uma das culturas mais antigas do mundo. O acesso ao país não é difícil, São Paulo tem voos diários para a capital La Paz. A viagem de avião sem escalas dura pouco mais de duas horas.

Se você preferir uma viagem com mais aventura, pode pegar um ônibus na Rodoviária da Barra Funda, São Paulo, e ir até Puerto Suarez. A cidade fica na divisa com Corumbá (MS), e de lá é possível pegar trens e ônibus para diversas partes da Bolívia. O famoso Trem da Morte é uma opção para percorrer o país.



Os principais destinos turísticos do país são o Salar de Uyuni, Lago Titicaca, Tiwanaku, Chacaltaya, entre outros. La Paz é a capital mais alta do mundo, e por isso a cidade é fria o ano inteiro, em todas as estações. Quando você estiver chegando de avião, verá os blocos de neve da Cordilheira dos Andes, e o aeroporto de El Alto fica a 4100 metros, fazendo com que algumas pessoas se sintam um pouco mal ao chegar. Se você sentir dor de cabeça e indisposição, não se preocupe, pois normalmente passa depois de um dia. O mal de altitude é comum e costuma causar dor de cabeça, náusea, vômitos, tontura e dificuldade para respirar. Beber bastante água e fazer refeições leves é uma boa forma de minimizar estes efeitos. Depois de dois ou três dias o corpo se acostuma com estes efeitos.



Não deixe de ir a Chacaltaya, que é a estão de esqui mais alta do mundo localizada a mais de 5 mil metros acima do nível do ar. De lá é possível avistar a cidade de La Paz, uma parte dos Andes e outra parte da Cordilheira Real. A temporada de esqui vai de novembro a fevereiro. O inverno é a melhor época para ir para Chacaltaya, pois não terá nuvens e você desfrutará da bela paisagem.

O Lago Titicaca é imperdível, é o lago navegável mais alto do mundo, a vista é linda e a cor da água é muito azul, e o peixe assado dos restaurantes próximos é delicioso. O Salar de Uyuni também oferece belas paisagens, ele é o maior deserto de sal do mundo, pois é formado pela evaporação das suas lagoas de água salgada. O salar é uma planície em que o chão é todo composto por sal.

Como já dissemos, os custos de uma viagem são pequenos. Nossa moeda é valorizada em relação ao Boliviano e, por isso, a viagem torna-se barata. É possível conseguir alimentação, hospedagem e transporte sem gastar muito.