Atlas > Locais Turísticos > Pirâmides de Guizé

Pirâmides de Guizé

As pirâmides Quéops Quéfren e Miquerinos são as mais conhecidas e importantes do mundo. Construídas há mais de quatro mil anos na cidade de Gizé no Cairo, são atrativos para visitação até hoje. Essas pirâmides fazem parte das sete maravilhas do mundo antigo e a construção que ainda existe. Diz – se através de registros, que essas pirâmides levaram mais de 20 anos para ficarem prontas e contou com o trabalho de mais de 100 mil homens que trabalhavam em troca de comida e cerveja. QUÉOPS
A maior das três pirâmides é a de Quéops, ela foi a estrutura mais alta do mundo por quase quatro mil anos. A grande pirâmide foi construída com o intuito de ser a morada final do faraó Quéops, porém existem outros salões em seu interior, que de acordo com estudiosos, é completamente habitável.



QUÉFREN
É a segunda maior, das três pirâmides. Tem uma altura de 143 metros e foi feita para o faraó Quéfren, filho do faraó Quéops. Foi durante a construção dessa pirâmide que também foi esculpida a famosa Esfinge que fica bem em frente à Quéfren. A Esfinge foi construída para abrir espaço para a construção da segunda pirâmide. Onde é a esfinge hoje, era um grande bloco de pedra.

MIQUERINOS
É, portanto a menor e mais nova das três pirâmides egípcias. Seguindo a tendência da família, a pirâmide foi construída para servir de tumba para o faraó Miquerinos, filho de Quéfren, sendo assim neto de Quéops. Essa pirâmide ficou “desconhecida” até o século XIX quando em estudos feitos no local, foi encontrado o nome de Miquerinos, assim como sua genealogia no teto da construção.


Ela também não foi completamente finalizada como as outras, pois Miquerinos faleceu durante a construção e a pirâmide teve então que ser terminada às pressas.

É possível fazer visitação na parte interna nas pirâmides. As visitações são cobravas e acompanhadas por um guia que além de mostrar ao turista as alas acessíveis, ainda conta parte da história e construção. As pirâmides do Egito foram consideradas pela UNESCO como Patrimônio Cultural e entre os pontos turísticos naturais do mundo, este é o mais visitado.

O visitante pode conhecer o local se orientação, mas devido a grande frequência de pessoas no local, é mais indicado ir com um grupo para evitar problemas no acesso.

Turismo

Fotos Pirâmides de Guizé
mais locais turísticos
atlas