Atlas > Astronomia > Planeta Terra

A Terra, também chamada de Planeta Azul é o terceiro planeta a partir do Sol e o quinto maior e mais massivo dos oito planetas do Sistema Solar. O planeta formou-se a aproximadamente 4,54 bilhões de anos atrás e as primeiras evidências de vida surgiram um bilhão de anos depois, com isso houve uma alteração na biosfera terrestre permitindo a proliferação de organismos aeróbicos, a formação de uma camada de ozônio e a água no estado líquido, necessária para a manutenção da vida como se conhece, sendo que tal evidência não fora descoberta em nenhum outro corpo celeste no universo.

A crosta terrestre é dividida em vários segmentos rígidos, chamados de placas tectônicas, que migram gradualmente ao longo da superfície terrestre com o tempo. Quase 71% da superfície do planeta estão cobertos por oceanos de água salgada, bem como o restante consiste pela formação de continentes e ilhas.

Com relação às características físicas, a estrutura da Terra é pautada em camadas, que a partir da superfície encontram-se: Crosta (de 0 a 30/35 km); Litosfera (de 0 a 60,2 km); Astenosfera (de 100 a 700 km); Manto (de 60 a 2900 km); Núcleo externo (líquido - de 2900 a 5100 km) e o Núcleo interno (sólido - além de 5100 km). Já a composição em massa da terra é composta por: 34,6% de ferro; 30,2% de oxigênio; 15,2% de silício; 12,7% de magnésio; 2,4% de níquel; 1,9% de enxofre e 0,05% de titânio. O material do interior da Terra encontra a possibilidade de chegar à superfície, através de erupções vulcânicas e fendas oceânicas.

O planeta Terra possui uma massa específica de 5,515 toneladas por metro cúbico, fazendo dela o planeta mais denso no Sistema Solar. O núcleo é dividido em duas partes: o núcleo sólido (com raio de cerca de 1.250 km) composto por ferro e um pouco de níquel e o núcleo líquido, que envolve o primeiro. O manto estende-se por cerca de 30 km e possui uma profundidade de 2900 km, é composto por substâncias ricas em ferro e magnésio (podendo se apresentar no estado sólido ou como uma pasta viscosa). Com relação à crosta, pode-se dizer que há doze tipos e ela é composta basicamente por silicatos de alumínio. Já com relação ao terreno da superfície, este varia de região para região, mas cerca de 70,8% da superfície terrestre é coberta por água (sendo que disso 97% é água do mar e 3% é água doce mas grande parte dessa porcentagem é encontrada nos calotes polares e nos lençóis freáticos), e os outros 29,2% restantes não coberto por água consistem de montanhas, desertos, planícies, planaltos e outras geomorfologias.

A Terra é o único local onde se sabe existir vida, o conjunto de sistemas vivos do planeta é chamado de biosfera, que apareceu há 3,5 bilhões de anos. Pode-se dividir a biosfera em fauna e flora, no entanto, nas áreas do pólo norte e do pólo sul há um déficit em plantas e animais, enquanto que na linha do Equador encontram-se os biomas mais ricos.

O planeta fornece recursos que são exploráveis pela espécie humana para várias utilidades, dentre eles, alguns dos recursos são não-renováveis, tais como combustíveis fósseis, entre outros que são utilizados pela humanidade tanto para produção de energia quanto para a manufatura de outras substâncias químicas. Todavia, os seres humanos devem utilizar todos os recursos de maneira consciente, fora isso há alguns locais que sofrem devido às condições climáticas extremas e exemplos desses fenômenos são: ciclones tropicais, furacões, terremotos, tsunamis, erupções vulcânicas, tornados, tempestades de neve, inundações, secas prolongadas, e outras calamidades e desastres naturais.

Atlas Ilustrado

Mande esta página para alguém:

Seu Nome:
Seu E-mail:
E-mail de Destino: