Atlas > África > Djibouti

Djibouti



Uma das mais antigas regiões do continente africano, o Djibuti começou a ser povoado ainda no século II a.C., sendo a maior parte dos intrigantes de origem árabe. Grande parte deste povo se instalou na região norte. Até o ano 852 o comercio era controlado pelos árabes, mas mais tarde, no século XVI, este cenário mudou e os portugueses assumiram o comércio. Mas quando os portugueses começaram a se expandir para o Oriente os árabes voltaram ao domínio do comércio.

No ano de 1888 Djibouti passou a ser a capital da Costa Francesa dos Somalis, uma colônia estabelecida e controlada pela França. Este cenário perdurou até o ano de 1892, quando a construção da ferrovia se iniciou. Ferrovia esta que ligava Djibouti a Etiópia.

Na ocasião da Segunda Guerra Mundial, Djibouti ainda era dependente do regime francês de Vichy, e assim teve que assumir um governo neutro. Mais adiante, em 1977 houve um plebiscito e após algumas tentativas de separação o Djibouti passou a ser um Estado independente.



O século XX fora marcado por guerras civis e grandes tensões por questões étnicas. A economia era estava instável e a chegada de refugiados de guerras em países vizinhos ajudou a piorar a situação. Golpes de Estado também marcaram a historia do país, porém sem êxito. O golpista Yacin Yabeh Galeb, então chefe da polícia, foi condenado pela tentativa a 15 anos de prisão.

A grande problemática do país se encontra na divisão de dois grandes grupos étnicos, os afars e os issas, este último engloba quase metade de população do Djibouti. Neste meio, minorias de europeus e árabes convivem. Os dois grupos falam línguas de origem tribal e comum, com práticas de hábitos nômades e adeptos do islamismo.

Uma das peculiaridades do país são as vestimentas, por causa do clima os homens usam algo que se parece com uma toga (utilizada pelos romanos). Já as mulheres usam saias de cor marrom e de longo comprimento. As casadas devem usar um pano cobrindo a cabeça e colo. As solteiras não são obrigadas a tal prática. O uso de joias só é feito pelas mulheres em festivais religiosos, é neste período que elas podem se adornar de joias. O Francês e o árabe são as línguas oficiais, entretanto muitos ainda utilizam a linguagem nativa, principalmente para transmitir sua cultura.



DADOS PRINCIPAIS:
Nome Oficial: República do Djibuti (Jumhuriya Jibuti/République de Djibouti)
Capital de Djibouti: Djibuti
Área: 23.200 km² (149º maior)
População: 793.000 (2005)
Idiomas Oficiais: Francês e Árabe
Moeda: Franco DJF
Nacionalidade: Djibutiano
Principal Cidade: Djibuti

Bandeira da Djibouti
Bandeira da Djibouti

Hino Nacional de Djibouti
Mapas de Djibouti


Mande esta página para alguém:

Seu Nome:
Seu E-mail:
E-mail de Destino: